palácio nacional da ajuda

Em curso | Lisboa

Este projeto envolve a recuperação de algumas áreas do conjunto monumental do Palácio Nacional da Ajuda, que contém áreas específicas em ruína iminente, bem como um conjunto de patologias a nível global que podem comprometer a integridade deste importante conjunto. O projeto de restauro e melhoramento inclui o remate da ala oeste, onde o Tesouro Real será instalado e as jóias da coroa serão exibidas.

 

Com este projeto, não se pretende construir a versão reduzida do Palácio do projeto do arquiteto António Francisco Rosa (1821), que possui uma arquitetura simetricamente projetada, onde as torres assumem um papel determinante na composição das elevações que necessariamente mudariam o perfil e o desenho da Calçada da Ajuda. Em vez disso, pressupõe uma implantação que respeita os limites actuais da massa construída do palácio e sua relação com o ambiente circundante, coexistindo com o desenho da Calçada da Ajuda e do Jardim das Damas.

 

A nova fachada oeste, com desenho e expressão contemporâneos, procura restaurar a unidade de leitura do conjunto. É utilizada uma composição formal, com referência às elevações pré-existentes, onde as linhas horizontais dominantes são enfatizadas, tornando as linhas verticais secundárias e assumindo as várias fases temporais das fachadas existentes. Serão também construídos dois corpos laterais superiores, com perfil e altura idênticos aos das torres norte e sul da fachada leste, essenciais para o equilíbrio do conjunto. O uso de uma estrutura de revestimento metálico permite uma datação clara da intervenção e assume um carácter efémero e reversível.

promotor:

coordenação:

imagens:

DGPC | Câmara Municipal de Lisboa | Turismo Lisboa

Arq. João Carlos dos Santos | DGCP

José Pedro Costa